Overdose de Sentimento #17 (Especial Dia dos Pais)

15:15


Você esteve aqui sempre. Me viu nascer me criou. Eu sei, foi difícil. Eu não sou uma pessoa fácil. - Talvez eu tenha puxado ao meu pai.

Você, não teve pai, e meu coração se aperta só de imaginar um pequeno menino indefeso e inocente com a falta de um pai, assustado e precisando de colo. O seu pai - por Deus é meu avô - Se visse o homem que seu filho se tornou hoje, teria se arrependido de ter o largado. - Eu sinceramente me arrependeria.

"Pai", você não teve ninguém pra chamar assim, e eu agradeço a Deus por ter a honra de chamar alguém assim, e mas feliz por esse alguém ser você, pai.

Nunca vou me esquecer do quanto esteve comigo. De quando esteve no hospital comigo, enquanto estava mal - sei que daria sua vida por mim. Já vivi muito “. De todos os seus abraços - que fez todos os outros perderem a graça. Das suas palavras de conforto, de todos os “eu te amo” e dos seus” entendeu? “. Sempre me aturando, me mimando, me fazendo gargalhar das suas estúpidas piadas.

Você, não é um pai perfeito, e por favor nem tente. O amo do jeito que é. Não vou me desculpar por ” não ser a filha perfeita que o senhor sempre sonhou ” porque o senhor não me criou pra ser perfeita. Me criou do seu jeito, meio sem jeito, mas de um jeito no qual eu sou hoje, e no qual ainda vou ser. Espero que se orgulhe de mim, papai.

Não escute as vezes o que eu falo, pai. Desculpa, por todas as vezes que o magoei, que desobedeci, que mesmo sabendo, fiz o errado. Não sou perfeita. Obrigada, por fazer de tudo para tentar me agradar. Agradar a sua menina, chata, irritante, idiota, orgulhosa…a lista é imensa. - É talvez ela realmente tenha puxado ao pai.

Nada nem ninguém nesse universo, vai nos separar.

Eu te amo, pai…ao infinito e além.


You Might Also Like

0 comentários

Instagram

Like us on Facebook

Flickr Images