Resenha do Livro: O Pequeno Príncipe

11:10


Oi gente! Tudo bom?
Então hoje vou fazer uma resenha de um livro que eu deveria ter feito a muito tempo, que é a do O Pequeno Príncipe, quem me inspirou foi a FRASE DO DIA de hoje, bom gente não sou muito bom em resenhas sempre faço muitos spoiler mais vamos lá.

Bom me lembro que li esse livro quando tinha uns 6 anos, me lembro o que me chamou mais atenção foi os desenhos e o famoso desenho do chapéu que era uma cobra engolindo um elefante. Sinceramente esse livro não é só pra criança e pra adulto também, é que o autor nos ensina várias coisas com poucos palavras.

O Livro ensina a gente que o MUNDO do O Pequeno Príncipe é uma referência para nós como fosse a nossa própria vida, e a nossa inocência era como se fosse a ROSA que sempre devemos tomar cuidado com ela, e na nossa vida sempre temos coisas para fazer e várias surpresas e os VULCÕES que representaram isso pra ele que sempre:


Coisas para fazer = Vulcão ativo
Surpresas = Vulcão inativo

E não podemos esquecer dos BAOBÁS que são os problemas que se formam em nossas vidas, que Principezinho sempre tinha que cortar porque se não eles se tornariam grandes demais.


E durante a história ele acaba deixando o seu planeta e com isso ele também deixa sua infância para trás, durante a sua caminhada o Principezinho acaba encontrando novos planetas aonde vai se deparar com o desejo do PODER, como os VÍCIOS, as VAIDADES, o TRABALHO, a GANANCIA, a MONOTONIA e o CONHECIMENTO. E assim acaba chegando na Terra que encontra uma cobra, uma raposa e o aviador que é o nosso narrador. E assim e ao longo da leitura de Antoine de Saint-Exupéry mostra pra gente coisas sempre com duplo sentido, que sempre quando você relé o livro outra vez você descobri várias outras coisas.

E ai curtiram a resenha de hoje??


Post feito por:
Luiz Eduardo

You Might Also Like

0 comentários

Instagram

Like us on Facebook

Flickr Images