Cinema Julho 2017

Foto: Tumblr
Oi gente!
O mês de Julho chegou e vem trazendo ótimos filmes pra gente, olha aí abaixo as melhores estreias que vão rolar esse mês!

Título: As Aventuras do Pequeno Colombo
Diretor: Rodrigo Gava
Gênero: Animação
Sinopse: Ainda crianças, Leonardo da Vinci, Cristovão Colombo e Mona Lisa participam de uma sociedade secreta e descobrem fatos ignorados pela ciência medieval. Tentando salvar sua família da falência, Cris convence os amigos a irem com ele até uma ilha repleta de tesouros. No meio da viagem, no entanto, eles são atacados pela fera Nautilus.


Título: Soundtrack – O Filme
Diretor: 300ml
Gênero: Drama
Sinopse: Decidido a realizar uma exposição de arte, o fotógrafo Cris (Selton Mello) viaja até uma estação de pesquisa polar para se isolar e tirar selfies que capturem as sensações causadas por uma série de músicas pré-selecionadas. No local, ele conhece o botânico brasileiro Cao (Seu Jorge), o especialista britânico em aquecimento global Mark (Ralph Ineson), o biólogo chinês Huang (Thomas Chaanhing) e o pesquisador dinamarquês Rafnar (Lukas Loughran). Os cinco precisam conviver juntos e descobrem diferentes perspectivas sobre a vida e arte.


Título: Homem-Aranha: De Volta ao Lar
Diretor: Jon Watts
Gênero: Ação
Sinopse: Depois de atuar ao lado dos Vingadores, chegou a hora do pequeno Peter Parker (Tom Holland) voltar para casa e para a sua vida, já não mais tão normal. Lutando diariamente contra pequenos crimes nas redondezas, ele pensa ter encontrado a missão de sua vida quando o terrível vilão Abutre (Michael Keaton) surge amedrontando a cidade. O problema é que a tarefa não será tão fácil como ele imaginava.


Título: Planeta dos Macacos: A Guerra
Diretor: Matt Reeves
Gênero: Ficção científica
Sinopse: Humanos e macacos cruzam os caminhos novamente. César e seu grupo são forçados a entrar em uma guerra contra um exército de soldados liderados por um impiedoso coronel. Depois que vários macacos perdem suas vidas no conflito, César luta contra seus instintos e parte em busca de vingança. Dessa jornada, o futuro do planeta poderá estar em jogo.


Título: Carros 3
Diretor: Brian Fee
Gênero: Animação
Sinopse: Durante mais uma disputa eletrizante nas pistas, o campeão Relâmpago McQueen acelerou demais e acabou perdendo o controle. Agora, após ter capotando várias vezes e quase ter partido dessa para melhor, o vermelinho vai ter sua vida alterada para sempre. O acidente foi tão grave que, com os estragos, McQueen pode ter que se aposentar de vez.


Título: Transformers: O Último Cavaleiro
Diretor: Michael Bay
Gênero: Ação
Sinopse: O gigante Optimus Prime embarcou em uma das missões mais difíceis de sua vida: encontrar, no espaço sideral, os Quintessons, seres que possivelmente são os responsáveis pela criação da raça Transformers. O problema é que, enquanto isso, seus amigos estão precisando de muita ajuda na Terra, já que uma nova ameaça alienígena resolveu destruir toda a humanidade.


Título: De Canção em Canção
Diretor: Terrence Malick
Gênero: Drama
Sinopse: Em Austin, no Texas, dois casais - os compositores Faye (Rooney Mara) e BV (Ryan Gosling), e o magnata da música (Michael Fassbender) com uma garçonete que ele ilude (Natalie Portman) - perseguem o sucesso através de uma paisagem de rock 'n' roll, sedução e traição.


Título: Dunkirk
Diretor: Christopher Nolan
Gênero: Guerra
Sinopse: Baseado na história real da Operação Dínamo, mais conhecida como a Evacuação de Dunquerque, operação militar que aconteceu no início da Segunda Guerra Mundial.


Título: Em Ritmo de Fuga
Diretor: Edgar Wright
Gênero: Ação
Sinopse: Baby (Ansel Elgort) é um rapaz mudo que precisa ouvir músicas o tempo todo para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos. Motorista de uma gangue de criminosos, ele cai na estrada em fuga após um assalto a banco não sair como planejado.


Título: A Torre Negra
Diretor: Nikolaj Arcel
Gênero: Fantasia
Sinopse: Um pistoleiro chamado Roland Deschain (Idris Elba) percorre o mundo em busca da famosa Torre Negra, prédio mágico que está prestes a desaparecer. Essa busca envolve uma intensa perseguição ao poderoso Homem de Preto (Matthew McConaughey), passagens entre tempos diferentes, encontros intensos e confusões entre o real e o imaginário. Baseado na obra literária homônima de Stephen King.


Título: Em Defesa de Cristo
Diretor: Jon Gunn
Gênero: Drama
Sinopse: Lee Strobel é um jornalista durão que está exatamente onde queria na sua carreira: no topo. Após ganhar um prêmio por um relatório investigativo, ele foi promovido no Chicago Tribune. Em casa, a situação é diferente. Leslie, sua esposa, começou a ter fé em Cristo, indo contra suas crenças, já que é um ateu declarado. Para salvar seu casamento, Lee utiliza sua experiência jornalística e legal para iniciar uma busca a fim de contestar as reivindicações do Cristianismo. Perseguindo a maior história da sua carreira, ele se defronta com resultados inesperados que podem mudar o que ele acreditar ser a verdade.


É isso.

Espero que tenham gostado.
Abraços e até a próxima!

LUIZ EDUARDO

The Man, o novo clipe da banda The Killers


“Alegrem-se, comunidade de amantes da música. Acabamos de parir um acompanhamento visual para The Man. Nós estamos tomando cuidado em apresentar as coisas em passos, porque liberar muitas coisas boas de uma só vez nos tornaria em esquisitões.” - The Killers nas redes sociais.

Saiu o tão esperado clipe do single The Man, da banda The Killers.
Confere aí abaixo:


Eu lembro de ter comentado que eu estranhei um pouco a música e também disse que queria mais ''Hot Fuss'' e menos ''The Man''. Eu ainda estou me acostumando com a nova fase do The Killers. Mas comentando do clipe, ele ficou ótimo! Flowers é o principal protagonista e da uma de Macho Alfa em várias cenas do clipe... apostas, jogos, mulheres, músculos e um closet recheado de roupas estilosas definem o mais novo clipe de The Man.

Mas enfim, o novo álbum não tem data de lançamento, e durante um show a banda mostrou ainda uma nova música chamada "Run For Cover".

Espero que tenham gostado.
Abraços e até a próxima!

LUIZ EDUARDO

Crítica: Power Rangers


Power Rangers: Um desserviço Nostálgico.

Hollywood passa por uma grave crise criativa. Sem boas ideias, a saída fica por conta dos remakes e adaptações. Livros, desenhos, séries... nada é perdoado. E com olhos brilhando por bilheterias que atinjam os milhões de dólares nossa infância é destruída, como é o caso do longa Power Rangers, dirigido por Dean Israelite.


No longa, lançado esse ano, Rita Repulsa é uma vilã intergalática que quer acabar com a vida na terra com a ajuda de seu fiel escudeiro Goldar. Para evitar o fim da vida humana, Zordon reúne cinco adolescentes problemáticos para se tornarem os Power Rangers e defenderem o mundo.


Contando basicamente o arco principal da primeira série clássica, exibida originalmente em 1993, o filme tem protagonistas fracos e sem carisma. O roteiro é superficial e não consegue criar uma historia consistente nem nos conectar com os protagonistas. O visual é tosco e datado. Por vezes, o visual do longo lançado em 1995 consegue ser mais eficiente e carismático do que do filme atual.


Os Megazords (robôs gigantes usados para as batalhas) poderiam ser usados para criar batalhas empolgantes e visuais impactantes, como em Transformers, mas o visual é infantil e mal feito.

A Vilã, Rita Repulsa, tem um visual interessante e por vezes é assustadora, mas não foi bem aproveitada e se torna em uma vilã facilmente derrotada.

O único ponto alto do filme são as referências a série clássica e as participações especiais dos Rangers Originais.

De qualquer maneira o filme é um passatempo divertido para uma tarde sem nada para fazer. Veja sem compromisso e sem esperar por uma historia empolgante.

Direção: Dean Israelite
Elenco: Dacre Montgomery, Naomi Scott, RJ Cyler, Ludi Lin, Becky G, Elizabeth Banks, Bryan Cranston, Bill Hader

VENCESLAU JÚNIOR

O que achei de "The Man" novo single do The Killers?

Foto: Genius

Oi gente!
Tem muito tempo que fiz um post aqui no blog dizendo que o The Killers estava criando um álbum novo, pois bem, recentemente a banda anunciou o tão esperado álbum "Wonderful Wonderful", juntamente liberou uma nova música "The Man".


No começo eu achei a música bem estranha, eu reconhecia a voz do Flowers, mas aquilo pra eu não parecia The Killers, tudo bem que a banda disse que iria mudar um pouco o estilo, mas eu quero mesmo é mais ''Hot Fuss'' e menos ''The Man''. De forma alguma que a música seja ruim, eu só tenho que ouvir mais um pouco pra acostumar com o novo The Killers.

Mas enfim, o novo álbum não tem data de lançamento, e durante um show a banda mostrou ainda uma nova música chamada "Run For Cover".

Espero que tenham gostado.
Abraços e até a próxima!

LUIZ EDUARDO

Fotografia: Histórias dos sobreviventes do ataque a Boate em Orlando

12 de Junho de 2016, foi uma data que ficou marcada na vida de muitas pessoas, foi quando aconteceu o Massacre de Orlando, sei que massacre é uma palavra muito forte, mas por muitas fontes foi caracterizado "o mais mortal tiroteio em massa da história dos Estados Unidos", foi quando um atirador muçulmano norte-americano de origem afegã, prometeu lealdade ao grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, assim ocorreu o atentado terrorista doméstico, na boate LGBT chamada "Pulse", em Orlando, Flórida, Estados Unidos. Ao menos 50 pessoas foram mortas e 53 ficaram gravemente feridas.

O projeto Dear World, tem como objetivo principal contar histórias através da fotografia. Eles fizeram uma entrevista com sobreviventes, familiares e policiais e bombeiros que foram acionados para prestar socorro na Pulse. Assim, os entrevistados escreveram mensagens em parte dos seus corpos com o intuito que os fazem lembrar daquela noite.

Rodney Sumter
“Batman, Superman, Hulk. Ele disse que eu era seu favorito” (em português).
Rodney trabalhou como bartender na noite do ataque e levou quatro tiros.

“No Dia dos Pais, meu filho, que é fã dos quadrinhos da DC e ama super heróis, fez um pôster para mim: Batman é esperto. Super-Homem é rápido. Hulk é forte. Mas meu pai é meu super herói favorito. Tomei aqueles tiros e tudo em que podia pensar eram meus filhos. Conseguir sair dali e ser chamado de herói me motiva a continuar seguindo em frente”.

Mina Justice
“Fui para seu quarto e ele não estava lá” (em português).
Mina Justice, mãe de Eddie Justice, uma das vítimas fatais do tiroteio.

“Recebi uma ligação do FBI dizendo que precisavam fazer perguntas. Respondi ‘Não, vocês vão me dizer que ele se foi’. Ele foi a sexta pessoa a ser identificada e eu estava dizendo que não, não era ele. – ‘Sim, Sra. Justice, encontramos a identidade dele no bolso. Sentimos muito’
Depois disso, não lembro de nada. Eu só caí. E não pude compreender mais nada.
Fui até o quarto dele. Meu coração se foi, ele se foi. Ele não está lá. Ele se foi”.

Barbara Poma
“Você é ela, não é?” (em português).
Barbara Poma é a dona da boate Pulse e criou uma fundação para criar um memorial onde ficava a balada.

“Eu estava no mercado alguns meses depois, tentando voltar ao normal, e um rapaz estava atrás de mim na fila, me encarando. De repente ele começou a chorar. “Você é ela, não é?”, perguntou. “Sim, eu sou ela”. Ele começou a me contar sua história, a chorar, quis me abraçar. Ele comprou flores e me deu. Eu sempre vou ser a dona da Pulse. Sempre vou ser aquela pessoa”.

Omar Delgado
“Eu queria que eles tivessem atendido seus telefones” (em português).
Omar Delgado foi um dos policiais a atender o chamado na Pulse.

“A música tinha sido cortada. Telefones tocavam em todo o lugar. Um me chamou a atenção, estava perto dos meus pés e tocava, e tocava, e tocava. Eu podia ver o nome de quem estava ligando, sua foto, e pensava ‘Essa pessoa nunca mais poderá atender seu telefone’. Eles continuavam tocando, e as vibrações faziam com que o sangue saísse daquelas pobres pessoas. Tirou toda minha concentração”.

Marissa Delgado
“Ele disse: ‘Você precisa sair da sua casca'” (em português).
Marissa Delgado sobreviveu ao ataque na Pulse, mas seu amigo, Stanley Almodóvar, não.

“Como você se sente um ano depois? Como está sua recuperação? Que recuperação? Você acha que eu deveria ter me recuperado porque passou um ano? Não, não é assim que acontece. Uma pergunta comum que eu odeio: ‘Como está seu processo de cura?’ O que? Demora mais do que isso”.

Orlando Torres
“Eu te dei um beijo de Olá, mas nunca o de Tchau” (em português).
Orlando Torres sobreviveu ao ataque na Pulse.

“A última pessoa que eu vi foi Anthony Laureano. O cumprimentei com um beijo.
Eu estava na cama do hospital quando vi sua foto entre as imagens das vítimas fatais.
Eu disse Oi, mas não tive a chance de dizer Tchau. É isso o que mais me incomoda”.

Dimarie Rodriguez
“Cadê meu boa noite?” (em português).
Jean Carlos Nieves Rodriguez, filho de Dimarie, foi uma das vítimas fatais do ataque.

“Eu sempre eu lhe enviava uma mensagem desejando boa noite. Ele respondia e falava que me amava. E eu dizia que o amava mais. Mas naquela noite não teve boa noite. Eu sabia que ele estava na boate, então enviei o meu. Ele disse que me amava, mas não enviou o ‘boa noite’ porque estava fora. Quando eu acordei naquela noite e vi que ele não estava na sua cama, enviei uma mensagem. Eu não vi seu ‘boa noite'”.

Angel Colon
“Na escuridão do quarto no hospital, eu o perdoei” (em português).
Angel Colon sobreviveu ao ataque.

“Estava escuro, maseu não conseguia dormir. Aquelas foram as noites em que mais rezei. Enquanto todos dormiam, eu orava a Deus, lutava com Ele.
Eu nunca vou esquecer, mas, para ficar bem comigo, minha família, para que eles pudessem falar comigo, eu precisava passar pelo processo. E o perdão fazia parte disso.
Quando se pensa em perdão, tem algo ou alguém específico que precisa ser perdoado. Então sim, na minha cabeça, era o cara que fez isso.
‘Eu te perdoo’. Se eu me arrepender de perdoar, a raiva vai crescer dentro de mim, e isso é ruim. Eu só repito na minha cabeça: Amor, Esperança, Positividade. Siga em frente. Você vai ficar bem”.

Todas as fotos © Daymon Gardner/Dear World

Espero que vocês tenham gostado.
Abraços e até a próxima!

LUIZ EDUARDO

Crítica: Mulher-Maravilha


Mulher-Maravilha: Uma Heroína Necessária

Mulher-Maravilha estreou na última quinta-feira com algumas difíceis funções: Dar um novo tom ao universo cinematográfico da DC Comics no cinema, gerar muito dinheiro aos cofres da Warner Bros, preparar o terreno para a estréia de Liga da Justiça, em novembro, e superar a babaquice de um público machista. Tarefas dignas de uma super heroína e que o filme de Gal Gadot faz muito bem.


Patty Jenkins, a diretora do longa, que já mostrou toda sua maestria em contar historias interessantes e todas as facetas de um ser humano, boas e ruins, no excelente Monster, de 2003 agora encara o desafio de adptar a historia de origem de uma das heroínas mais importantes dos quadrinhos. Com um roteiro bem construído (e muito acima da média da maioria dos filmes de heróis) a diretora mantém o tom realista que a DC quer levar aos cinemas, mas adiciona uma pitada interessante de humor, que nem de longe nos faz lembrar da Marvel, como muitos disseram por aí. Ao saber dosar uma história forte e um leve tom cômico, a diretora trata do poder da mulher na sociedade de maneira forte, mas não panfletária. E trata do que ela faz de melhor: mostrar o lado bom e ruim dos seres humanos.


Apesar de não ter tom político o filme é uma grande obra feminista, e sutilmente trata de outros assuntos sérios como questão racial e a questão da imigração, ao colocar um personagem de origem mestiça no meio dos protagonistas. O personagem em questão tem uma fala interessante em que diz que sonhava em ser ator, mas sua cor não permitia.


O filme é fiel aos quadrinhos em vários aspectos, mas tem como cenário a primeira Guerra Mundial e não a Segunda, como apresentada originalmente nos gibis. Com cenas de ação grandiosas e muito bem feitas, o longa aposta forte em um visual que enche os olhos, e vai deixar muita gente de boca aberta. As externas do filme, no mundo das Amazonas, foram filmadas no sul da Itália, e são igualmente grandiosas.


Mulher-Maravilha é sem dúvida um grande filme, e na minha opinião, um dos melhores filmes de super-heróis recentes. Em Batman VS Superman ela foi apontada por muitos (e eu me incluo aqui) como a melhor coisa do filme e nessa produção solo percebemos a força do personagem. Desejamos vida longa a Mulher-Maravilha nos cinemas!

Data de Lançamento: 1 de junho de 2017
Direção: Patty Jenkins
Elenco: Gal Gadot, Chris Pine, Robin Wright, David Thewlis
Música composta por: Rupert Gregson-Williams
Figurino: Lindy Hemming
Roteiro: Geoff Johns e Allan Heinberg


VENCESLAU JÚNIOR

Cinema Junho 2017


Oi gente!
Preparei uma lista contendo as 12 melhores estreias do mês de Junho, e para a felicidade de muitos no dia 01 de Junho já vai ao ar um filme muito esperado que é Mulher-Maravilha, quem aí esta ansioso para assistir esse filme.

Confira:

Título: MULHER-MARAVILHA
Diretor: Patty Jenkins
Gênero: Ação
Sinopse: Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.


Título: Z – A CIDADE PERDIDA
Diretor: James Gray
Gênero: Aventura
Sinopse: A incrível história real do explorador britânico Percy Fawcett (Charlie Hunnam), que viaja para a Amazônia no século XX e descobre evidências de uma civilização avançada desconhecida que pode ter habitado a região. Depois de ter sido ridicularizado pelo corpo científico que considera as populações indígenas como "selvagens", Fawcett está determinado a retornar à sua amada selva e provar seu caso.


Título: A MÚMIA
Diretor: Alex Kurtzman
Gênero: Fantasia
Sinopse: Nas profundezas do deserto, uma antiga rainha (Sofia Boutella) cujo destino foi injustamente tirado está mumificada. Apesar de estar sepultada em sua cripta, ela desperta nos dias atuais. Com uma maldade acumulada ao longo dos anos, ela espelha terror desde as areais do Oriente Médio até os becos de Londres.


Título: NEVE NEGRA
Diretor: Martin Hodara
Gênero: Drama
Sinopse: Salvador (Ricardo Darín) vive isolado do mundo nas colinas geladas da Patagônia. Sozinho há décadas, ele recebe a inesperada visita do irmão Marcos (Leonardo Sbaraglia) e da cunhada Laura (Laia Costa). O objetivo dos dois é que Salvador aceite vender as terras que os irmãos receberam em herança, mas ele não está nem um pouco disposto.


Título: BAYWATCH
Diretor: Seth Gordon
Gênero: Comédia
Sinopse: Mitch Buchannon (Dwayne Johnson) é um devoto salva-vidas, orgulhoso do seu trabalho. Enquanto está treinando o novo e exibido recruta Matt Brody (Zac Efron), os dois descobrem uma conspiração criminosa no local que pode ameaçar o futuro da baía.


Título: COLOSSAL
Diretor: Nacho Vigalondo
Gênero: Comédia
Sinopse: Gloria (Anne Hathaway) deixa Nova York e volta para sua cidade natal após perder o emprego e o noivo. Ao acompanhar as notícias sobre o ataque de um lagarto gigante a Tóquio, ela descobre que está misteriosamente conectada mentalmente ao evento. Para evitar novos casos parecidos e uma eventual destruição total do planeta, Gloria precisa controlar os poderes de sua mente e entender por que sua existência aparentemente insignificante tem tamanha responsabilidade no destino do mundo.


Título: UM TIO QUASE PERFEITO
Diretor: Pedro Antonio
Gênero: Comédia
Sinopse: Tony (Marcus Majella) é um malandro trambiqueiro que adora se disfarçar para ganhar dinheiro de inocentes. Ele já foi estátua viva, pastor, cartomante - tudo com a ajuda de sua mãe, Cecília (Ana Lucia Torre). Depois de serem despejados de casa, os dois procuram Angela, outra filha de Cecília e com quem eles não falam há anos, que cai na lábia dos dois e se oferece para dividirem o mesmo teto. Após receber uma promoção no emprego que a obriga a passar um tempo viajando, Angela decide deixar os seus três filhos sob os cuidados do Tio Tony - o que vai ocasionar muitas confusões.


Título: AO CAIR DA NOITE
Diretor: Trey Edward Shults
Gênero: Terror
Sinopse: Paul (Joel Edgerton) mora com sua esposa e o filho numa casa solitária e misteriosa, mas segura, até que chega uma família desesperada procurando refúgio. Aos poucos a paranóia e desconfiança vão aumentando e Paul vai fazer de tudo para proteger sua família contra algo que vem aterrorizando todos.


Título: MEUS 15 ANOS
Diretor: Caroline Fioratti
Gênero: Comédia
Sinopse: Aos quatorze anos de idade, Bia (Larissa Manoela) descobre que vai ganhar uma grande festa de quinze anos. Mas tem um problema: a garota sonhadora e apaixonada por música não tem muitos amigos para convidar ao evento, por ser pouco popular na escola. Ela conta com a ajuda do único grande amigo, Bruno, e do pai Edu, para consertar a situação.


Título: O CÍRCULO
Diretor: James Ponsoldt
Gênero: Suspense
Sinopse: The Circle é uma das empresas mais poderosas do planeta. Atuando no ramo da Internet, é responsável por conectar os e-mails dos usuários com suas atividades diárias, suas compras e outros detalhes de suas vidas privadas. Ao ser contratada, Mae Holland (Emma Watson) fica muito empolgada com possibilidade de estar perto das pessoas mais poderosas do mundo, mas logo ela percebe que seu papel lá dentro é muito diferente do que imaginava.


Título: MEU MALVADO FAVORITO 3
Diretor: Kyle Balda e Pierre Coffin
Gênero: Animação
Sinopse: O ex-ator mirim e astro de TV, Balthazar Bratt, foi um típico malvado bem-sucedido nos anos 80 e agora está de volta à ativa. Ele vai aterrorizar a vida de Gru, Agnes, Margo, Edith, Dr. Nefario e os atrapalhados Minions. Em meio a tudo isso, Gru também vai encontrar o seu irmão gêmeo, Dru.


Título: UMA FAMÍLIA DE DOIS
Diretor: Hugo Gélin
Gênero: Comédia
Sinopse: Samuel (Omar Sy) nunca foi de ter muitas responsabilidades. Levando uma vida tranquila ao lado das pessoas que ama no litoral sul da França, ele vê tudo mudar com a chegada inesperada de uma bebê de poucos meses chamada Glória, sua filha. Incapaz de cuidar da criança, ele corre para Londres a fim de encontrar a mãe biológica, mas, sem sucesso, decide criá-la sozinho. Oito anos depois, quando Samuel e Glória se tornam inseparáveis, a mãe retorna para recuperar a menina.



Espero que tenham gostado
Abraços e até a próxima!

LUIZ EDUARDO

Instagram

Like us on Facebook

Flickr Images